Espelho Veneziano

ESPELHO VENEZIANO

Sua Origem:

A origem do chamado Espelho Veneziano se deu na Veneza do século XIV, quando surgiu a técnica do espelho de superfície lisa e fundo metálico que utilizamos até hoje. O vidro muitas vezes utilizado era o cristal, já lapidado o que lhe dava uma aparência de glamour e sofisticação. O valor artístico dos espelhos venezianos é tão grande que um dos seus exemplares está exposto no Museu do Louvre.

O monopólio veneziano foi quebrado na década de 1660, durante o reinado de Luís XIV – o Rei Sol, representado pelo luxo do Palácio de Versalhes. O Rei ordenou que o seu ministro das finanças subornasse artesãos de Veneza para venderem os seus segredos de produção. O plano francês foi vitorioso, fato que se reflete na impressionante Sala dos Espelhos em Versalhes, que segue o modelo veneziano de fabricação.

Os espelhos venezianos são muitos valiosos para a história da humanidade, estão presentes em castelos, palácios e museus. Quando esses espelhos são originais e não réplicas atingem valores altíssimos em leilões ou vendas diretas.

Na atualidade, os artistas e a industria trabalha na reprodução do espelho veneziano em nova roupagem, com acabamentos diversos e atrativos e ele pode ser encontrado em lojas de decoração ou vidraçarias especializadas.

Esse espelho se adapta a vários tipos de ambiente e são usados em: salas estar, salas de jantar, quartos, hall de entrada, lavabos e composições em diversos tamanhos e modelos em uma parede. Pode dar uma pegada clássica ao local ou imprimir a intensão de sofisticação do espaço aonde for ambientado. Na sala de estar ele pode ser posicionado em cima de um aparador como destaque ou junto com outros quadros formando um composé atrás de um sofá.

Umas das grandes vantagem do espelho veneziano na decoração é que ele fica bem em qualquer ambiente, por exemplo, se o lugar escolhido para colocá-lo for pequeno, pode transformar-se em destaque do espaço, já no hall de entrada de um apartamento, fica muito bem posicionado em frente à porta do elevador. Não existem regras de qual décor combina com espelho veneziano, isso depende muito do gosto do cliente.

 

O espelho veneziano dá charme e oponência na sua decoração, transformando qualquer ambiente devido a sua “obra de arte”. Para quem quer ter em casa é necessário um investimento maior que o espelho tradicional. Mas a escolha por esse modelo resulta em ambientes incríveis e mais charmosos. No mercado, existem diversos modelos desse item queridinho por decoradores. Vai depender da proposta do ambiente, pois você pode escolher o desenho e a cor da moldura de acordo com seu gosto.

 

Espelho Veneziano Importado:

Sua origem, na maioria das vezes chinesa e de qualidade duvidosa, para entendermos melhor isso, vamos entender um pouco da realidade da China, onde existem milhares de fábricas de diversos setores de negócio/industria, e essas fábricas concorrem entre si no melhor preço, por isso o material, mão de obra e acabamento são duvidosos. Uma vez comprado um produto Chinês, não temos um padrão de qualidade, no caso o Veneziano, o Espelho pode Manchar ou Oxidar em 3 meses, ou 1 ano. O fato é que nunca dura mais que um espelho Guardian, por exemplo, que tem qualidade elevada contra manchas e oxidação. Saiba mais em: http://www.guardianbrasil.com.br

 

Espelho Veneziano Nacional:

Hoje, existem poucos artistas no Brasil que fazem o espelho estilo veneziano, um trabalho manual por causa dos pequenos espelhos e bisotes contidos na peça. Esses artistas e profissionais, na maioria das vezes aprenderam com os seus pais, técnicas passadas de geração para geração. A formação desses artistas e profissionais demora no mínimo 10 anos, para que assim possa reproduzir um modelo a gosto do cliente.

De uma maneira geral, o artista sabe que o Espelho Veneziano é uma peça para um longo período, e sabendo disso, sempre são usados espelhos que contenham 3 camadas de espelhação, como o Guardian citado acima.

 

Espelho Veneziano, tudo que você deveria saber!

Espelho Veneziano

Aqui vamos falar tudo sobre o espelho veneziano, as principais diferenças e sua verdadeira origem.

Espelho Veneziano Sao Paulo
 Sua Origem:

A origem do chamado Espelho Veneziano se deu na Veneza do século XIV, quando surgiu a técnica do espelho de superfície lisa e fundo metálico que utilizamos até hoje. O valor artístico dos espelhos venezianos é tão grande que um de seus exemplares está exposto no Museu do Louvre.

O monopólio veneziano foi quebrado na década de 1660, durante o reinado de Luís XIV – o Rei Sol, representado pelo luxo do Palácio de Versalhes. O Rei ordenou que seu ministro das finanças subornasse artesãos de Veneza para venderem seus segredos de produção. O plano francês foi vitorioso, fato que se reflete na impressionante Sala dos Espelhos em Versalhes, que segue o modelo veneziano de fabricação.

Espelho Veneziano Importado:

Sua origem, na maioria das vezes chinesa e de qualidade duvidosa, para entendermos melhor isso, vamos entender um pouco da realidade da China, onde existem milhares de fabricas de diversos setores de negócio/industrias, e essas fabricas concorrem entre sí no melhor preço, por isso o material, mão de obra e acabamento são duvidosos. Uma vez comprado um produto Chinês, não temos um padrão de qualidade, no caso o Veneziano, o Espelho pode Manchar ou Oxidar em 3 meses ou 1 ano. O fato é que nunca dura mais que um espelho Guardian por exemplo que tem 10 anos de garantia contra manchar e oxidação. Saiba mais em: http://www.guardianbrasil.com.br

Espelho Veneziano Nacional:

Hoje, existem poucos artistas no Brasil que fazem o espelho estilo veneziano, um trabalho manual por causa dos pequenos espelhos e bisotes contidos na peça. Esses artistas e profissionais, na maioria das vezes aprenderam com seus pais técnica passadas de geração para geração. A formação desses artistas e profissionais demora no mínimo 10 anos, para que assim possa reproduzir um modelo a gosto do cliente.

De uma maneira geral, o artista sabe que o Espelho Veneziano é uma peça para um longo período de tempo, e sabendo disso, sempre são usado espelhos que contenham 3 camadas de espelhação, como o Guardian citado acima.

Acabamento Importado X Nacional:

Veja abaixo os prós e contra sendo o mais imparcial possivel.

O Desenho do espelho Nacional é bem mais complexo do que o Importado que por sinal é bem simplificado, então em relação ao desenho, o espelho Nacional fica na frente. Veja abaixo o trabalho no espelho do espelho Nacional, feito na mão com rebolo diamantado.

NACIONAL: 1  –  IMPORTADO: 0

 > O Preço:

Apesar de neste momento o Dólar estar bem alto, e os preços estarem equivalentes, o IMPORTADO leva uma ligeira vantagem em relação ao preço, o mesmo modelo no tamanho 80×60 sai por R$1.200,00 NACIONAL enquanto o IMPORTADO R$ 950,00. Então, em relação ao preço, o IMPORTADO continua mais barato.

NACIONAL: 1  –  IMPORTADO: 1

> Qualidade do Espelho:

O IMPORTADO é produzido com espelho que qualidade inferior, com apenas uma camada de espelhação, já o espelho NACIONAL tem três camadas de espelhação por isso é mais resistente a manchas e oxidação, além de ser ecologicamente correto. Então o espelho Nacional ganha mais um ponto.

NACIONAL: 2  –  IMPORTADO: 1

> Acabamentos:

O Espelho Nacional usa acabamento em degrade e prata, o que realça muito os desenhos contido no mesmo, se usa também o famoso Botão Pitanga, que é feito de vidro e prende as peças sem colagem, o que facilita muito na manutenção do espelho caso quebre alguma peça. Já o Espelho Importado não tem degrade, não se usa prata, não se usa botão pitanga, ele é colado, e quando quebra alguma peça fica extremamente difícil dar manutenção e há um risco muito alto de condenar a peça inteira.

NACIONAL: 3  –  IMPORTADO: 1

> Veredicto:

Por mais que o preço seja melhor no Espelho Importado, o risco de ficar com uma peça de qualidade inferior e ter que pagar duas vezes pelo mesmo produto é alto, pois no mundo de serviços em que vivemos hoje, não há milagres, ou você paga o preço por algo de qualidade e um produto que tenha Garantia ou economize pouco e corra o risco de ter dor de cabeça no futuro.